Visando a formação de cidadãos conscientes, o Programa Municipal de Educação Ambiental de Marataízes iniciou suas ações na rede municipal de ensino no mês de março. Este ano, o programa trabalha as temáticas “Água” e “Resíduos Sólidos”. A primeira chega na rede municipal de ensino através da peça teatral “Jornal Ambiental”, repleta de humor e mensagens de conscientização sobre a preservação da água, a poluição, o desperdício e o desmatamento

- publicidade -

O programa é uma iniciativa das Secretarias de Meio Ambiente e Educação e tem por objetivo trabalhar a conscientização ambiental desde os primeiros anos de vida das crianças no ambiente familiar e em seguida nas escolas, construindo valores, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade. Desta maneira, os valores adquiridos tornam-se hábitos que são levados por toda a vida e a escola tem papel fundamental para o aprimoramento desses valores ambientais.

Segundo o coordenador do programa, o professor Rodrigo Marvila, três escolas já foram contempladas com as ações, sendo as escolas EMEF “Professor “Marcelo Gomes Moreira”, no bairro Arraias, EMEF”Antônio Serafim”, em Lagoa Funda e EMEI” Maycon Costa dos Santos”, no bairro Belo Horizonte. “Esse ano estamos com a proposta de trabalhar a temática “Recursos Hídricos”, onde através de um telejornal, Jornal Ambiental, vamos abordando temas referentes ao meio ambiente em forma de notícias. A meta é visitar todas as 32 escolas municipais até julho, trabalhando sobre recursos hídricos. E no próximo semestre abordaremos o tema resíduos sólidos, onde trabalharemos a reciclagem do lixo. Quero agradecer a oportunidade de trabalhar esses temas tão importantes à Prefeitura Municipal de Marataízes através da parceria das secretarias de meio ambiente e de educação.

Personagens novos, como o âncora do jornal, Cid, o repórter Lucas Verde, o Desperdício, a Dona Flor, e um já conhecido dos alunos, o cientista maluco Dr. H²0 aparecem no novo cenário, para alertar sobre os cuidados que devemos ter com a água para que ela não venha a faltar no planeta. Os alunos do maternal e da pré-escola da EMEI “Maycon Costa dos Santos” interagiram a todo o momento, mostrando que já entendem o que é certo e errado e deram lições nos personagens “malvados” do teatro, que desperdiçavam água, jogavam lixo no chão e gostavam de cortar árvores.

A Escola Municipal de Ensino Infantil “Maycon Costa dos Santos” já faz seu dever de casa desde o ano passado quando iniciou a seleção do lixo para reciclagem. A iniciativa deu tão certo que até as famílias já entraram na onda da reciclagem e a cobrança vem dos próprios alunos que fazem questão de entregar todo o material reciclávem lavado e embalado. Todo material arrecadado na escola é doado para os Catadores da Esperança de Marataízes.

“A educação ambiental funciona a partir do momento que nós, educadores, nos conscientizamos da importância de ensinar às crianças a ter cuidado com o ambiente na qual vivem, porque tudo que eles aprendem na escola eles levam para casa. Quero agradecer e parabenizar a equipe que trouxe o teatro para a nossa escola, muito importante essa parceria, pois nos ajuda a fixar o tema “meio ambiente” que já vem sendo trabalhado em sala de aula.” reforça a diretora.

Veja Também!