Lula recorre ao STJ para tentar suspender 2ª ação da Lava Jato em que é réu

Ex-presidente é acusado de ter se beneficiado com R$ 12,5 milhões da Odebrecht para compra de terreno para o Instituto Lula e de um apartamento em São Bernardo do Campo

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso e condenado no âmbito da Operação Lava Jato, entrou nesta quarta-feira (5) com um habeas corpus no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os advogados querem suspender uma ação penal que tramita na 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, sob os cuidados do juiz Sergio Moro, e apura a compra de terreno para o Instituto Lula e a aquisição de um apartamento em São Bernardo do Campo. O pedido será analisado pelo ministro Felix Fischer.

A defesa de Lula questiona a integridade e autenticidade de documentos extraídos dos sistemas da empreiteira Drousys e MyWebDay, utilizados pelo Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, conhecido como o departamento de propina da empreiteira. Os advogados do ex-presidente querem o direito de produzir prova para contestar as acusações.

Confira mais em gazetadopovo.com.br.

Veja Também!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

5 × 3 =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.